Webmail
Portal Saci

A Sociedade Amigos e Colaboradores do Imirim (SACI) não poderia imaginar, lá em 1945 quando foi fundado, que seria o celeiro para um dos melhores zagueiros do mundo. Marcos Aoás Correa, o Marquinhos, vem de uma família da bola. Seu primo, o lateral esquerdo Moreno, jogou no Corinthians entre 2002 e 2004. O irmão quatro anos mais velho, Luan, um dos primeiros ídolos de Marquinhos, era o craque da família. Os dois irmãos queriam seguir o caminho do primo famoso.

Mas nem sempre foi assim.

Era no gol que Marquinhos atuava. Um bom goleiro, desde as brincadeiras em casa com o irmão até chegar no SACI. Entre um treino e outro, a habilidade com os dois pés. O chute habilidoso fez com que o então goleiro fizesse um teste para ir à linha. E aí, não deu outra: foi um pouco mais à frente que o agora zagueiro brilhou – e o irmão mais velho tornou-se administrador da carreira de Marquinhos.

Do terrão e dos jogos no SACI para o Corinthians. Tinha oito anos quando foi para o alvinegro, onde ficou uma década – e nos títulos Brasileiro de 2011 e da Libertadores em 2012. De lá para a italiana Roma, onde ficou um ano. Com menos de 20 anos chegou ao Paris Saint-Germain, onde está desde então.

Nesse tempo, garantiu seu espaço na Seleção Brasileira e, depois, o ouro olímpico inédito da Seleção Brasileira em 2016 sobre uma adversária de más lembranças: a Alemanha. Também é tetra francês com o PSG nas últimas quatro temporadas. Definido como calmo e seguro, o zagueiro já atuou em 24 jogos pela Seleção.

O jogador tem uma meta: ser o melhor zagueiro do mundo. Aos 24 anos, comemorados em 14 de maio, Marquinhos há de orgulhar ainda mais os garotos do Imirim.

Ficha técnica
Nome completo: Marcos Aoás Corrêa
Data de nascimento: 14/5/1994
Local de nascimento: São Paulo (SP)
Posição: Zagueiro
Clube: Paris Saint-Germain Football Club (FRA)
Estreia na Seleção: 16/11/2013 – Brasil 5×0 Honduras (amistoso)
Convocações: 41
Jogos: 26

Videos

Fotos

MARQUINHOS - ZAGUEIRO DA SELEÇÃO BRASILEIRA